Sala de Imprensa e Mídia Blog da GLEIF

A GLEIF otimiza o seu programa de gestão de qualidade de dados para maximizar a transparência sobre a qualidade de dados obtidos no Sistema Global de LEI

Com os seus mais recentes relatórios de qualidade de dados mensais, a GLEIF introduziu várias novas funcionalidades que permitem uma análise mais detalhada do desempenho


Autor: Stephan Wolf

  • Data: 2017-12-05
  • Visualizações:

gleif_blog_motif_people_4-750x250

Uma funcionalidade chave que distingue o Identificador de Entidade Jurídica (LEI) de outros identificadores proprietários é que nós fornecemos total transparência relativamente ao nível de qualidade dos dados alcançado no Sistema Global de LEI. Fazemos isso disponibilizando os seguintes relatórios mensais:

  • Os Relatórios Globais de Qualidade dos Dados de LEI demonstram o nível geral da qualidade de dados alcançado no Global LEI System.
  • Os Relatórios Globais de Qualidade dos Dados de LEI analisam o nível de qualidade dos dados alcançado pelas entidades emissoras de LEI individuais.

Com os últimos relatórios, publicados a 5 de dezembro de 2017, a Global Legal Entity Identifier Foundation (GLEIF) introduziu várias novas funcionalidades que permitem uma análise mais detalhada do desempenho.

O blog descreve as mais recentes otimizações no programa de gestão de qualidade dos dados de GLEIF, que é concebido para otimizar continuamente a qualidade, a fiabilidade e a usabilidade dos dados de LEI. Isso capacita os participantes no mercado a beneficiarem da riqueza de informações disponíveis com o conjunto de dados de LEI.

Os links para os relatórios mensais e o material complementar estão incluídos nos "links relacionados" abaixo.

Novos critérios de qualidade de dados aplicados para medir o nível de qualidade de dados no Global LEI System

Recapitulando: O processo de manutenção da qualidade de dados de LEI começa com a entidade registradora. Por meio do autorregistro, a entidade registradora deve fornecer dados precisos de referência do LEI. A organizações emissoras de LEI (também conhecida como "Unidade Operacional Local") deve verificar os dados de referência do LEI junto à fonte autorizada local, por exemplo, um Registro de Empresas nacional, e emitir um LEI em conformidade com o padrão para LEI.

Assim que a entidade jurídica obtiver um LEI, ele será publicado junto com os dados de referência da entidade jurídica em questão pela Unidade Operacional Local que emitiu o LEI. Cada Unidade Operacional Local publica arquivos atualizados diariamente, incluindo todos os LEIs emitidos e dados de referência relacionados. A GLEIF disponibiliza o Global LEI Index, que contém registros LEI históricos e atuais incluindo os respectivos dados de referência em um repositório central e autorizado.

Nosso objetivo de gestão de qualidade de dados é fornecer LEIs e dados de referência de entidade jurídica fiáveis, abertos e de confiança. Para esclarecer o conceito de qualidade de dados em relação ao registro de LEI, a GLEIF definiu, em colaboração direta com o Comitê de Supervisão Regulatória de LEI e as entidades emissoras de LEI, um conjunto de critérios de qualidade mensuráveis usando normas desenvolvidos pela ISO (Organização Internacional de Normalização). Eles incluem critérios como integralidade, abrangência e integridade dos registros de dados de LEIs. A instituição de um conjunto de critérios de qualidade definidos estabelece um referencial transparente e objetivo para avaliar o nível de qualidade dos dados no Global LEI System.

Com seus relatórios de qualidade de dados publicados a 5 de dezembro de 2017, a GLEIF introduziu dois novos critérios de qualidade dos dados:

  • Consistência: O grau em que um único elemento de dados detém o mesmo valor em vários conjuntos de dados.
  • Atualidade: A medida em que os dados são atualizados; um valor de dados é atualizado se for atual para um ponto específico no tempo, e está desatualizado se estava atual em um momento anterior, mas incorreto em um momento posterior.

No total, definimos 132 verificações de qualidade dos dados. Através do software desenvolvido pela GLEIF, os registros de dados de LEI disponibilizados pelas entidades emissoras de LEI são verificados em relação aos critérios de qualidade definidos. A GLEIF envia um relatório diariamente com os detalhes dos resultados da avaliação de desempenho para as entidades emissoras de LEI.

Documentação atualizada fornece informações detalhadas sobre a metodologia utilizada para avaliar a qualidade dos dados no Sistema Global de LEI

O documento "Definição das Regras de Qualidade de Dados" (Data Quality Rule Setting) identifica as comparações efetuadas com os critérios de qualidade. Os resultados da avaliação da qualidade refletidos nos relatórios mensais de qualidade de dados da GLEIF estão baseados nos resultados dessas comparações. Em dezembro de 2017, a GLEIF publicou uma versão atualizada do documento, o qual é agora inteiramente legível em máquina.

Além disso, a GLEIF disponibiliza um "Dicionário de Relatório de Qualidade de Dados" (Data Quality Report Dictionary) relevantes para, respectivamente, o Relatório Global de Qualidade dos Dados de LEI e os Relatórios de Qualidade dos Dados das Emissoras de LEI, que descrevem a aplicação dos critérios de qualidade de dados na prática. Qualquer parte interessada está convidada a efetuar uma consulta para saber como são calculados os números incluídos nos relatórios mensais de qualidade de dados e como são implementados os cálculos. Versões atualizadas dos dicionários também foram publicadas em dezembro de 2017.

Informações novas e adicionais agora disponíveis com os Relatórios Globais de Qualidade de Dados de LEI

dq-heat-map-750x292
Mapa de cores por país da qualidade dos dados de LEI ( Relatório Global de Qualidade dos Dados de LEI - novembro 2017)

Começando com os relatórios publicados a 5 de dezembro de 2017, que avaliam a qualidade global dos dados no Sistema Global de LEI em 30 de novembro de 2017, os Relatórios Globais de Qualidade dos Dados de LEI fornecem as seguintes informações de novos e existentes:

  • A Pontuação Total da Qualidade de Dados do LEI para o período de apuração. O índice representa a porcentagem de todos os registros de dados de LEI que passaram com sucesso nos controles realizados para identificar se os registros atenderam aos critérios de qualidade definidos no período de referência.
  • O progresso alcançado em relação à otimização contínua da qualidade de dados no Global LEI System com base na Pontuação Total da Qualidade de Dados do LEI. Novidade: A maior e menor pontuação de emissora de LEI alcançada no período em reporte também está incluída.
  • Novidade: A Pontuação Total da Qualidade dos Dados por país alcançada durante o período em reporte. Os relatórios também apresentam agora um mapa de cores por país da qualidade de dados de LEI a nível mundial.
  • Os resultados das verificações da GLEIF dos registros de dados de LEI em relação aos critérios de qualidade implementados, ou seja, a porcentagem de registros aprovados com sucesso nos testes. Novidade: Os relatórios identificam o número de verificações falhadas por critério de qualidade de dados e a quantidade de registros de LEI afetados.
  • A porcentagem de registros de dados de LEI que atendem aos requisitos de níveis de maturidade de qualidade distintos. O gráfico de nível de maturidade no lado direito do relatório mostra os resultados relacionados aos seguintes níveis de maturidade: Nível 1 – "Qualidade Exigida" (deve ser 100% para todos os registros de dados); Nível 2 – "Qualidade Esperada" (deve ser 100%); Nível 3 – "Qualidade Excelente" (quanto mais alto melhor). Novidade: Os níveis de maturidade dos meses anteriores são apresentados como uma tendência.
  • Novidade: Informações sobre os dados de “Nível 2”, duplicados e desafios para o período em reporte. Para informações de contexto: Em maio de 2017 arrancou o processo de melhoria do conjunto de dados LEI, incluindo dados de nível 2 para responder à questão de quem controla quem. Tais dados permitem a identificação de controladoras diretas e finais de uma entidade jurídica e vice-versa, para que as entidades controladas por empresas individuais possam ser pesquisadas. A seção “duplicados” no relatório identifica a seguinte questão: Em consonância com a política aplicável, uma entidade jurídica só pode ter um LEI. Caso seja identificado que uma entidade jurídica tem, por exemplo, três LEIs, então dois destes serão marcados como duplicados. Os LEIs duplicados são sinalizados no Global LEI Index com o estado de registro. O instrumento de contestação centralizado disponibilizado pela GLEIF prolonga a capacidade de acionar atualizações de dados LEI a todas as partes interessadas.
  • Novidade: A seção “Principais 5 Verificações Falhadas” identifica as verificações de qualidade de dados realizadas pela GLEIF que geraram o maior número de registros de LEI que falharam essas verificações. No relatório, o tipo de verificação da qualidade de dados é indicado com um número. O documento “Definição de Regras de Qualidade de Dados” indica que verificação específica corresponde ao número indicado no relatório.

O Relatório Global de Qualidade de Dados de LEI publicado a 5 de dezembro de 2017 mostra que a Pontuação Total da Qualidade permaneceu acima de 99 porcento, apesar de mais de 100.000 LEIs terem sido emitidos em novembro de 2017 e a avaliação ter sido realizada com base em regras novas e mais rigorosas.

Em 2017, demonstrámos que o desempenho em matéria de consistência e plausibilidade dos dados melhorou, apesar do número de LEIs recém-emitidos ter sido dez vezes maior do que em 2016. O programa de gestão de qualidade de dados da GLEIF é fundamental para garantir que o LEI permanece o melhor padrão disponível para o fornecimento de dados abertos e fiáveis para a gestão de identificação única.

Blog da GLEIF e Fórum de Discussão

Caso queira comentar uma postagem no blog, visite o blog em inglês. Identifique-se usando seu nome e sobrenome. Seu nome aparecerá ao lado de seu comentário. Endereços de e-mail não serão publicados. Note que ao acessar ou contribuir com o fórum de discussão, você concorda com os termos da Política de Uso do Blog da GLEIF, portanto, leia-a com atenção.



Ler todas as postagens anteriores do Blog da GLEIF
Sobre o autor:

Stephan Wolf é o CEO da Global Legal Entity Identifier Foundation (GLEIF). Desde janeiro de 2017, Wolf é Co-Orientador do Grupo Técnico Consultivo FinTech 68 da Organização Internacional para o Comitê Técnico de Normalização (ISO TC 68 FinTech TAG). Em janeiro de 2017, Wolf foi considerado um dos 100 Maiores Líderes em Identidade pela One World Identity. Ele tem uma vasta experiência em estabelecer operações de dados e estratégia de implementação global. Liderou o avanço das principais estratégias de negócios e desenvolvimento de produtos ao longo de sua carreira. Wolf foi cofundador da empresa IS Innovative Software GmbH, em 1989, sendo seu primeiro administrador executivo. Posteriormente, foi nomeado porta-voz do conselho executivo de sua sucessora, a IS.Teledata AG. Esta empresa se tornou parte da Interactive Data Corporation onde o Sr. Wolf era Diretor de Tecnologia.


Tags para este artigo:
Gestão de Dados, Qualidade de Dados, Relatórios de Gestão de Qualidade de Dados da GLEIF, Global Legal Entity Identifier Foundation (GLEIF), Nível 2 / Dados de Relacionamentos (Quem controla quem), Dados Abertos, Normas